Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009

Ser republicano

Só o facto de ser acima de tudo republicano leva a que pondere cada palavra das muitas que se atropelam para disputar um lugar neste vazar de alma.

De facto pratico e tento transmitir aos meus filhos  o respeito pela República, pelos seus mais altos valores e pelo seu mais alto representante.

A seguir a um acto eleitoral, conquista das mais sagradas da democracia, termina ou deve terminar a identificação do mais alto magistrado da nação, com as forças políticas que o apoiaram, às quais pertença ou não e, acima de tudo, devemos passar a encarar o Presidente da República como o Presidente de Todos os Portugueses.

Para tal, devem contribuir todos os cidadãos mas também o próprio Presidente cujo mandato é delegado pelo povo e em seu nome exercido.

Não pode arrogar-se, nenhum Presidente, direitos que não são os seus, papeis que não lhe estão destinados e muito menos envolver-se em situações que desprestigiem a instituição e o país.

Qual o valor republicano subjacente à inauguração de feiras? Qual o valor republicano de onde advém igual importância e protagonismo  a Presidente e sua esposa como se de rei e rainha se tratasse? Qual o valor republicano que justifica a alimentação, mesmo que pelo silêncio, de situações menos claras entre o Presidente e o Governo? Qual o valor republicano de isenção que permite ir a Viseu (coincidência??) e não reunir com o Primeiro Ministro do país em tempo de férias e eleições, perante situações de melindre?

Que saudades que sinto da política de verdade do Presidente anterior!!! Essa sim de grande verdade e isenção, exercida com rigor, coragem, solidão necessária, respeito pelo governo, pela oposição, por Portugal, pelos portugueses.... pela Constituição!

 

publicado por politicar às 21:52
link do post | comentar | favorito
|

.Blog de opinião política

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30


.artigos recentes

. Eu queria votar

. Rankings das escolas mais...

. Dança de cadeiras

. A política à escala do mu...

. A Justiça e a Igualdade

. ...

. Miguel Relvas e as cenas ...

. "Carta" ao Primeiro Minis...

. Manifestação nacional de ...

. Verdade e política

.arquivos

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. todas as tags

.ligações

blogs SAPO

.subscrever feeds