Domingo, 3 de Março de 2013

A Justiça e a Igualdade

Teresa Morais, enquanto secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, afirmava numa entrevista ao Sol, "A ideia que o Estado pode continuar a dar tudo a todos é uma ideia estafada." 

Se analisarmos com tempo, poderemos encontrar um ou outro ponto de concordância com esta ideia genérica mas, talvez fosse bom esta senhora visitar outra que há pouco vi numa reportagem e que devolveu um vale de RSI de 8 euros, sim 8 euros, ao Presidente da República! Tem o frigorífico sempre vazio, vive à custa dos pais reformados que a alimentam, sim porque um pão custa 1,50€ no supermercado, e teve de pedir emprestado o dinheiro para a carta que enviou ao Presidente.

Teresa Morais tem responsabilidades em matéria de assuntos governativos e de igualdade, logo, deveria conhecer as palavras de Sócrates, não o governante mas o de Platão, que  quando discute com "Ménon" afirma que "o homem e a mulher, quando andem a tentar ser bons, necessitam das referidas qualidades, isto é,da justiça e da sensatez."

Mas não se esqueça de levar para o encontro, a relação dos 30 anos de descontos desta senhora para a Segurança Social e já agora, que vá sem carro e motorista. Pode parecer mal!  :-)

publicado por politicar às 16:51
link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Setembro de 2012

Manifestação nacional de 15 de setembro

Ontem saí à rua! Foi a minha primeira vez!
Levei as minhas filhas como forma de educação cívica, aquela que os nossos governantes teimam em retirar dos currículos como se fosse matéria vã em qualquer sociedade que se quer plural, moderna mas acima de tudo democrática…
Foi por elas que saí, pelo meu país que quero melhor e por respeito a todos os que lutaram por um sonho de uma sociedade melhor.
Como alguém dizia “foi um baptismo cívico”!
Ontem saí à rua e fiquei orgulhoso por mim e por ver um país mobilizado sem bandeiras de partidos. Não que eles não sejam muito importantes em democracia mas porque não estão a saber interpretar a razão da sua existência – o povo – e o pior é que não se vislumbram excepções.

Basta ver a timidez amedrontada de todos eles com a reacção e a adesão dos cidadãos, em tudo muito superior a qualquer uma das suas iniciativas partidárias. O mesmo se aplica a sindicatos que timidamente ameaçam vir a defender os interesses dos trabalhadores. Quando?
Temos políticos que não defendem o seu povo, que mentem sem consequências, tecnocratas e sem ideais, temos um presidente da República (as minúsculas de presidente são intencionais) que jurou a Constituição que não defende, tínhamos até agora um país adormecido…
Todos temos o dever de defender a democracia antes que acabem com ela!
Pelos nossos filhos mais do que por nós
publicado por politicar às 15:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Blog de opinião política

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30


.artigos recentes

. A Justiça e a Igualdade

. Manifestação nacional de ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.tags

. todas as tags

.ligações

blogs SAPO

.subscrever feeds